Viver: Desespero ou Esperança

O egoísmo, o desamor, a violência, a perversão, o homicídio, o roubo etc… não têm sido problema de um chamado estado de NÃO-CIVILIZAÇÃO. Pelo contrário: tanto numa tribo primeva como numa grande cidade moderna, os delitos se repetem, sendo hoje, de uma incidência proporcionalmente bem maior. Há esperança para o crente viver num mundo decadente?

↓Download

†Download2

Últimos comentários
  1. GERSE 6 de Maio de 2013

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *