Nem Tudo o Que Há Em Nossas Bíblias Foi Inspirado Por Deus

Nem tudo o que há em nossas Bíblias está inspirado. E cuidado! Sou um evangélico normal e praticante, assim o creio. Não procuro propagar uma seita nem qualquer doutrina de heresias “raras”, nem fomentar uma falta de confiança nas Sagradas Escrituras. Segundo 2 Timóteo 3:16, creio na infalibilidade das Escrituras. Aceito a Bíblia como Palavra de Deus. Mas ainda afirmo que nem tudo o que há em nossas Bíblias foi inspirado por Deus.

Como por exemplo, a concordância, o glossário, os mapas, os planos, a introdução, as tabelas de pesos e medidas, as notas de rodapé, as abreviaturas usadas, o “copyright” da primeira página, o número ISBN, as letras douradas da proteção de couro, entre outras coisas que consideraremos mais a fundo ao longo deste livro. Inclusive, se somos sinceros, também não está inspirada a própria tradução em si, a expressão em português do pensamento divino revelado nos escritos dos autores bíblicos inspirados, cada um em seu idioma nativo, ou seja, hebraico, aramaico e grego.

Créditos: Eclesiano

↓Download

Marcadores:, ,
Últimos comentários
  1. ajfagion 6 de Março de 2015
  2. wandresson 4 de Março de 2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *