Arrebatamento e Ressurreição

Próximo à cidade de Ur dos caldeus há um túmulo de uma rainha que reinou há quatro mil anos, e que foi enterrada com seus empregados, sua carruagem, suas jóias, na expectativa da vida futura. No antigo Egito, o morto era enterrado em posição fetal, esperando a ressurreição. As pirâmides egípcias foram construídas como portões para os céus, por causa da esperança da ressurreição. “Estive no Monte das Oliveiras”, afirma o autor deste livro, “e vi os túmulos dos profetas e de centenas de outros… Muitos, nos séculos passados, enterravam seus mortos naquele monte porque a Bíblia promete que o Messias um dia porá os seus pés ali, e os mortos ressurgirão em corpo glorificado”.

O pastor N. W. Hutchings analisa, neste livro, o ensinamento da Bíblia acerca do arrebatamento e da ressurreição. Ele afirma que a mensagem básica da Palavra de Deus, de Gênesis a Apocalipse, é que, porque Jesus vive, nós também viveremos. Este é o tema da Bíblia. Se não há ressurreição, então somos as mais miseráveis de todas as pessoas.

Créditos: José dos Reis

Últimos comentários
  1. José Dos Reis 26 de Maio de 2012
  2. admin 25 de Maio de 2012
  3. Daniel Bonini 24 de Maio de 2012
  4. Roque Inacio 24 de Maio de 2012
  5. Roque Inacio 24 de Maio de 2012
  6. Leonardo 24 de Maio de 2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *