A vocaçao Espiritual do Pastor

A última pessoa de quem se espera ouvir falar de crise pessoal é o pastor. A imagem que se forjou do sacerdote em séculos de história cristã aponta para uma figura praticamente imaculada, imune a vacilações, tão sólida em suas estruturas internas quanto o próprio Cristo. Na prática, porém, suas fragilidades se revelam – às vezes, em episódios cruciais para seu ministério. Em certo momento da vida, o pastor Eugene Peterson passou por este conflito. Descobriu que, ao contrário do que pensava, sua identidade como “crente” e sua vocação como “pastor” não andavam necessariamente de mãos dadas. Viu-se diante do que chamou “grande abismo”, numa alusão a Lucas 16:26. E foi naquele momento que clamou a Deus e redescobriu a espiritualidade própria do chamado que recebera.

A vocação espiritual do pastor, publicado anteriormente pela United Press sob o título À sombra da planta imprevisível, é o relato dessa experiência decisiva, que Peterson compartilha a partir de uma reflexão sobre a personalidade de Jonas e a contenda que travou com sua vocação. Com a autoridade adquirida em anos de prática e uma bagagem acadêmica considerável, Peterson desconstrói mitos e resgata a essência do chamado pastoral, abordando questões que envolvem o labor ministerial e a espiritualidade toda própria que ele pressupõe.

↓Download – Opção 1

↓Download – Opção 2

Últimos comentários
  1. admin 1 de agosto de 2014
  2. Davi 29 de julho de 2014
  3. hugo wagner 23 de Janeiro de 2011

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *