A Bíblia de Jerusalém [Sem notas de rodapé]

Bíblia de Jerusalém apresenta um TEXTO com muitas revisões e novas opções textuais. Certos livros (Miquéias, Eclesiástico, p. ex.) foram substancialmente remodelados. No Antigo Testamento há considerável volta ao texto hebraico, deixando de lado versões preferidas anteriormente. Certos textos do Novo Testamento também trazem uma tradução inteiramente nova (cf. p. ex. Filipenses 2,6-11). Como conseqüência das novas opções de tradução do texto, as NOTAS também foram modificadas, ampliadas ou substituídas. O volume de notas aumentou consideravelmente. É visível a incorporação das novas pesquisas e estudos posteriores à edição do texto francês em 1973. As INTRODUÇÕES apresentam novas opções que também estão refletidas nas notas. Isso se verifica principalmente na visão da formação do Pentateuco. O evangelho de João, p. ex., mostra uma virada hermenêutica total, que se pode constatar tanto na introdução como nas notas. Vários livros e conjuntos literários receberam novas introduções, completamente diferentes das anteriores (p. ex.: Cântico, Sinóticos, João, Hebreus etc.).

 

↓Download – Opção 1

↓Download – Opção 2

Últimos comentários
  1. admin 25 de setembro de 2014
  2. gilberto 13 de agosto de 2014
  3. Gilvan LIma 26 de Fevereiro de 2012
  4. admin 28 de Janeiro de 2012
  5. Antonio Márcio S. Comnceiçã 26 de Janeiro de 2012
  6. Antonio Márcio S. Comnceiçã 26 de Janeiro de 2012
  7. Dialencar 22 de dezembro de 2011
  8. Tico Valerius 19 de dezembro de 2011
  9. Sândalo 18 de dezembro de 2011
  10. ILMA 17 de dezembro de 2011
  11. Claudio Maia Etelvino 16 de dezembro de 2011
  12. Robson 16 de dezembro de 2011
  13. apologia 15 de dezembro de 2011

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *